Conectores XML

Entrada

Há três formas de inserir trabalhos:
  • Trabalhos em XML/JDF: Envio de ficheiros através do API público externo.
  • Trabalhos (parciais) em XML : Largar ficheiros XML numa pasta quente. As definições de hotfolder irão enriquecer o trabalho onde for necessário, para se tornar um trabalho completo.
  • Ficheiros JDF: HP WallArt, EFI Metrix, HP Wide-Format ICS estão entre os ficheiros JDF suportados que são aceites pelas hotfolders de forma semelhante aos trabalhos XML.

Trabalhos em XML

Uma especificação de trabalho XML pode variar desde ter apenas a ligação (caminho do ficheiro ou URL) ao ficheiro de entrada, até ser um trabalho totalmente especificado, incluindo a imposição e qualquer coisa entre eles.
Os trabalhos são entregues em hotfolders como um ficheiro (.xml), ou através do REST API para uma fila de espera. A fila processa o trabalho tal como seria de esperar, como qualquer outro ficheiro que tenha caído no hotfolder da fila. No entanto, se o trabalho tiver especificado um nó particular para uma etapa de processamento – e isso está especificado na fila – então esta etapa de processamento é ignorada. Assim, quando um trabalho totalmente especificado é entregue (especificando todos os nós de processamento para cada etapa de processamento que é definida na configuração da fila), nada é acrescentado ao trabalho e será processado tal como está.
O PrintFactory Layout e o Editor entregam trabalhos totalmente especificados que não são tocados pela fila de espera.
Trabalho mínimo
Um trabalho mínimo especifica apenas o caminho para o ficheiro:
<?xml version="1.0" encoding="UTF-8" ?>
    <Job>
    <PDFJob>
        <FilePath>C:\Example\MyExample.pdf</FilePath>
        <IsTemporary>false</IsTemporary>
    </PDFJob>
</Job>
O caminho do ficheiro aponta para o PDF e a etiqueta ‘IsTemporary’ especifica se o RIP deve ou não apagar o ficheiro após a sua recolha. Ao defini-lo como falso, o ficheiro será deixado na sua localização original.
Nesta forma simples, é também possível captar qualquer um dos outros formatos de ficheiro de suporte para além de PDF como TIFF, JPEG, etc.
Como o trabalho é enriquecido com as etapas de processamento especificadas na fila, é bastante fácil de configurar, por exemplo:
  • fluxo de trabalho de impressão e corte que automaticamente adiciona as marcas de registo correctas, cria contornos de corte e envia um trabalho para a máquina de corte.
  • Ciclo de prova ou de prova de layout que cria um trabalho em escala reduzida, de cor precisa para o provador para poder ser utilizado como referência durante a produção

Exemplos de empregos

A melhor forma de criar trabalhos de exemplo é através da utilização do PrintFactory Layout.
Abra um ficheiro e crie o layout que desejar. Depois enviar o trabalho para o RIP – o trabalho aparecerá na pasta de trabalho RIP (ver preferências RIP para a localização). O ficheiro Settings.xml contém um trabalho totalmente especificado. Utilize o documento no Job XML para analisar como o Layout configura o trabalho e especifica os parâmetros … e depois copie as partes necessárias para o seu próprio XML para o testar.

Ficheiros JDF

A PrintFactory suporta esquemas JDF ICS pré-definidos através do hotfolder de uma forma semelhante aos trabalhos em XML. Assim, o JDF é também enriquecido com passos especificados na fila que não estão especificados no JDF.
HP WallArt, EFI Metrix, HP Wide-Format ICS estão entre os ficheiros JDF suportados que são aceites, por favor verifique com o departamento de vendas e/ou apoio que são os ICS actualmente suportados.

Saída

Há três formas de receber informação sobre o progresso e o estado do RIP:
  • Mensagens XML : Cada alteração de estado é colocada num servidor HTTP usando uma chamada GET.
  • Mensagens JMF : HP WallArt apoia o envio de mensagens JMF para relatar o estado

Mensagens XML

O RIP empurra uma mensagem para uma série de eventos, ambos relacionados com o trabalho como RIP relacionados com o URL especificado no ‘URL do relatório XML’ nas preferências do RIP. Durante o processamento, os eventos são armazenados numa base de dados local (DataBaseLogger.db) que se encontra na pasta de dados partilhados. Uma tarefa de fundo tentará entregar as mensagens no URL especificado para o número de dias especificado em ‘Buffer messages until’ nas preferências RIP.
Ou, é possível adicionar uma etiqueta “ReportURL” no trabalho. Neste caso, esse URL será utilizado para esse trabalho. Também é possível especificar URLs “AtFailure” e “AtDone” no trabalho para obter URLs específicas do trabalho chamadas quando o trabalho é processado com sucesso (ou se falhar).
As mensagens contêm apenas a referência do trabalho (GUID), e dados sobre o evento tal como está escrito no trabalho (a secção do diário, por defeito). Contudo, se o atributo “Tipo” do “ReportURL” no trabalho for definido como “Completo”, então o XML do trabalho completo é empurrado para o URL especificado.
Os seguintes eventos são empurrados para o anfitrião:
  • RIP : Resultados da prestação de serviços
  • Spooler : Resultados da impressão de trabalhos
  • Entrada de trabalho falha na análise de XML
  • NestJob : Ninho criado (ver relatório Nesting XML)
  • ConvertToPDF : Trabalho de entrada convertido para PDF
  • DefectCheck : Resultados da verificação dos defeitos do trabalho de entrada

Mensagens JMF

O envio de mensagens JMF é actualmente suportado pela HP WallArt e outras implementações por medida. Por favor, verifique com o departamento de vendas e/ou apoio para saber quais as mensagens JMF que são actualmente suportadas.

REST API

Quando nenhum URL de relatório XML personalizado é especificado nas preferências de RIP, e a recolha de dados é definida no servidor HUB, então todas as mensagens são enviadas para a base de dados baseada na nuvem. Os dados podem ser visualizados e analisados por várias ferramentas no servidor HUB mas também estão disponíveis através de uma única API REST.
O sistema MIS/ERP ou Web-to-print pode consultar esta API para encontrar o estado de cada trabalho ou pode registar-se para obter mensagens push sobre alterações de estado.